Pastoral da Juventude.






Com o objetivo de promover uma Campanha para o Enfrentamento aos ciclos de Violência (simbólica, psicológica, financeira, doméstica, sexual, midiática) contra as mulheres e a Campanha da Fraternidade 2019 que visa refletir a garantia dos direitos a partir das Políticas Públicas, a PJ da Diocese de Bagé quer ser sinal de luz e esperança na vida de nossas mulheres e da juventude. Por isso, convidamos toda a PJ da Diocese para o "Nas Trilhas com a PJ: luta e resistência pela vida das mulheres e juventudes".

Todas convidadas e todos convidados!

Em breve mais informações.

#PJDiocesedeBage
#PelaVidadasCompanheiras
#SomosIgrejaJovem
#COMPARTILHA







Mitra Diocesana de Bagé

Pastoral da Juventude.




“Vem me fala tu de tua vida, dessa amizade mais querida. Dessa ansiedade de amar de novo, desta tua vida doada ao povo”. (Me fala de você – Zé Vicente)



Cientes de nossa missão, a Pastoral da Juventude, buscando descobrir alternativas, propor ações concretas que respondam aos problemas que nós, jovens, vivemos, procuramos utilizar recursos, pedagogia e linguagem que contribuam para concretizar os sinais da Civilização do Amor. Assim, tendo em vista as grandes extensões territoriais de nossa Diocese, as múltiplas realidades e desafios da Evangelização da Juventude, optou-se pela composição de uma Equipe de Assessoria, visando um melhor pensar, refletir, planejar e agir no trabalho da Pastoral da Juventude a nível diocesano.

As pessoas convidadas a este especial serviço foram escolhidas tendo como critérios a opção preferencial pela juventude e o ser Sal da Terra e Luz do Mundo na Sociedade e em suas Comunidades Eclesiais, sendo eles: Pe. Edegar Barrozo, Michele Corrêa; Éderson Coitinho; Alessandro Bica; Vitória Vasconcellos da Luz.

O/a Assessor/a na Pastoral da Juventude é um/a cristã/o adulto/a chamado/a por Deus para exercer o ministério de acompanhar em nome da Igreja, os processos de educação na fé das/os jovens. Esse Ministério se fundamenta em JESUS CRISTO. A assessoria é um Ministério de serviço à juventude e só pode ser exercido por quem faz essa opção pessoal e preferencial.

O/A Assessor/a tem como tarefa, com relação a si mesmo, a de capacitar-se sempre. Deve se preocupar com sua formação integral, gradual e permanente. Em relação ao jovem, as/os assessoras/es acompanham os grupos de jovens e aos poucos devem ir assumindo o acompanhamento pessoal de cada jovem ajudando-as/os a clarear e definir seu projeto de vida e fazer opções, orientando a/o jovem quanto aos valores, a acolhida e a defesa da vida.

“Não descansaremos até encontrar a felicidade” Cf. Rt 3,1

Angelo Alvarez Rodrigues

contribuindo no serviço da Coordenação Regional da PJ pela Diocese de Bagé.